Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Os gatos

por arcadajade, em 03.05.14

Cheng-Yan

Pretos quanto podem sê-lo, ao cimo dos telhados
os gatos chegam aos pares, numa noite melancólica.
Da ponta das caudas finas pende-lhes
um estreito crescente lunar que parece enevoado.
“Miau, boa-noite”.
“Miau, boa-noite”.
“Uá, uá, uá” (o bebé a chorar).
“Miau, o homem desta casa está de cama.”

 

Sakutaro Hagiwara, tradução, a partir da versão em inglês, da arcadajade

Autoria e outros dados (tags, etc)

08:27