Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Restituiu-lhe a noite

por arcadajade, em 28.03.04

O odor a gerânios depois da rega fez parar Alain com a garganta contraída de emoção. Inclinou-se, abriu, às apalpadelas, o cesto, e devolveu a gata à liberdade. - Saha, eis o nosso jardim... Sentiu-a deslizar para fora do cesto e, em nome da imensa ternura que tinha por ela, deixou-a ir, apenas entregue a si própria. Restituiu-lhe, dedicou-lhe a noite, a liberdade, a terra permeável e doce, os insectos que velavam, e os pássaros que continuavam a dormir.


 


 


Colette, Saha, a Gata, Livro-Carta, Colares Editora

Autoria e outros dados (tags, etc)

02:02