Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Azul da quase noite

por arcadajade, em 11.09.05

QpxkywoKCjkAACdKJEg1.jpg



Partes, o céu demora-se

a entardecer e a lassidão flutua

como as volutas do incenso a arder.

Saio à varanda, regresso

aos gestos que me fixam

e a gata no telhado

seguindo-me com o olhar.

Estamos bem assim, eu sozinha

no azul da quase noite, ela em cima

no fulgor do dia que se esvai.



Soledade Santos


 


 

Autoria e outros dados (tags, etc)

15:00