Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Porque pintam os gatos? I

por arcadajade, em 27.02.04

O Gato Lápis-Lazúli
Image hosted by Photobucket.comPapiro funerário, Bodhead Library, Oxford

 



Rá, deus do Sol, sob a forma de um gato
pintura mural.jpg Pintura mural do túmulo em Deir el Medina, c. 1250 a.C.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

01:08

Notre chat

por arcadajade, em 21.02.04

Nous avions un chat
D'une fidélité exemplaire.
Pendant que les souris dansaient
Sous la chaufferette
Le nôtre somnolait.

Le temps s'est écoulé dans un sommeil profond
Les souris ont grandit et se sont multipliées.

Comme si elles étaient affamées depuis des années

Elles se sont plongées
Dans tout ce qu'il y avait sur place.

De laquelle voulez-vous qu'il s'occupe
Notre chat ?
Tout perplexe qu'il était
Il s'est mis à regarder
Et d'un côté et de l'autre côté.

Üzeyir Lokman Çayci (poeta turco, nascido em 1949)

Autoria e outros dados (tags, etc)

17:09

O Olhar

por arcadajade, em 20.02.04

Image hosted by Photobucket.com .Pintura de Xu Beihong (1895-1953)  

Autoria e outros dados (tags, etc)

00:37

The Sacred Cat

por arcadajade, em 17.02.04

sacred-cat.jpg

 

"The Sacred Cat is more than a story of a young cat, lao-Tsun, who travels the world to find the home of his ancestors, the Sacred Cats of Burma. It is a journey of profound spiritual significance with which everyone can identify. For cat lovers it is magic. More than 60 superb photographs illustrate the story throughout Lao-Tsun's life from the time he is a kitten to his attempt to become a Sacred Cat himself".

 

Livro de Marie Stuttard com fotografias de Denise Moore.

Texto da contracapa e imagem da capa gentilmente cedidas por uma amiga que navega aqui

Autoria e outros dados (tags, etc)

13:26

Pensão Familiar

por arcadajade, em 14.02.04

 

Jardim da pensãozinha burguesa.

Gatos espapaçados ao sol.

A tiririca sitia os canteiros chatos.

O sol acaba de crestar os gosmilhos que murcharam.

Os girassóis E as dálias, rechonchudas, plebéias, dominicais.

Um gatinho faz pipi.
Com gestos de garçom de restaurant-Palace
Encobre cuidadosamente a mijadinha.
Sai vibrando com elegância a patinha direita:
- É a única criatura fina na pensãozinha burguesa.
 
Petrópolis, 1925
 
Manuel Bandeira, Estrela da Vida Inteira, Editora Nova Fronteira, 31ª ed, Rio de Janeiro, 1993

Autoria e outros dados (tags, etc)

22:03

Felix Cat Marlowe

por arcadajade, em 12.02.04

Image hosted by Photobucket.com

Autoria e outros dados (tags, etc)

17:52

Mimoso

por arcadajade, em 12.02.04

Lá vem o gato
miando baixo,
rabo na perna,
quer de comer.

Não fala nada,
mas é preciso:
nem papagaio
sabe dizer
tão bem assim.

É manhãzinha,
gato quer colo.
Trepou de noite
com bem-querer.

António Adriano de Medeiros

Autoria e outros dados (tags, etc)

17:29

os gatos

por arcadajade, em 05.02.04

 


à noite todos são

escuros partes

de si espelhos reflectindo o brilho

da escuridão:



pedaços que nós deixamos

perdidos abandonados

no meio do dia antes

de morrer


 


 


Adair Carvalhais Júnior, Roteiros Para um Final de Era, Belo Horizonte, 1998

Autoria e outros dados (tags, etc)

13:48